Martin Auer: A Estranha Guerra, Histórias para uma Cultura de Paz

   
 

Os Dois Lutadores

Please share if you want to help to promote peace!

Traduzido por João Pereira e Daniela Suchanek

Esta tradução ainda não foi revisada

O Sonhador
Medo
Outra Vez Medo
Os Dois Lutadores
Homem contra Homem
O Escravo
A Guerra Estranha
Congestionamento
Na sua própria porta
A Bomba
Foreword
Download (Todas as estórias em um arquivo para impressao)
Livro de visitas
Sobre o Tradutor
Sobre o Autor
Mail for Martin Auer
Licença
Creative Commons licence agreement

Dois homens estavam enrolados numa grande luta. Um era grande, o outro era gordo, um era pesado, o outro era rijo, um era forte, o outro era selvagem.

O que era forte partiu o nariz do selvagem. E sentiu: ele tem um nariz como o meu.

O selvagem partiu as costelas ao que era forte. E sentiu: estas costelas partem-se tal como as minhas.

O que era forte tirou um olho ao selvagem. E sentiu: aquele olho é macio e delicado como o meu.

O selvagem deu um pontapé no estômago do que era forte. E sentiu: este estômago deforma-se tal como o meu.

O que era forte agarrou a garganta do selvagem e sufocou-o. E sentiu: ele precisa de ar para respirar tal como eu.

O selvagem esmurrou o coração do forte. E sentiu: o seu coração bate tal como o meu.

Quando os dois caíram e não se conseguiram levantar, pensaram: "Ele é exactamente igual a mim."

Mas isso não lhes serviu de muito.

   
 

Este site tem o seu conteúdo publicado pelos usuários registrados. Se voce perceber algo que pareça spam ou abuso, por favor entre em contato com o autor. self published by registered users. If you notice anything that looks like spam or abuse, please c